Home Curiosidades Como Tratar Flacidez após Emagrecimento

Como Tratar Flacidez após Emagrecimento

10
Compartilhe
diet

Emagreci, e agora?

Como tratar a flacidez após o emagrecimento

Emagrecer e perder gordura sempre é muito bom e aconselhável para quem está acima do peso, porém este processo pode trazer consigo a flacidez. Existem 2 tipos de flacidez e é comum confundi-los. A flacidez pode ser muscular, que é uma flacidez mais profunda e mais fácil de ser tratada, pois associando uma dieta correta e exercícios de fortalecimento muscular é possível revertê-la. O outro tipo de flacidez é a da pele, que é causada pela falta ou estiramento das fibras que sustentam a pele (colágeno e elastina). Para tratar a flacidez de pele contamos hoje com tratamentos estéticos para os casos onde ainda há reversão, ou tratamentos cirúrgicos quando há pele em excesso (após grandes perdas de peso, eventualmente após gestações). Nesta matéria vamos trazer para vocês algumas dicas e também alguns tratamentos utilizados para tratar a flacidez.

– A primeira dica é não perder peso muito rapidamente, para que a retração da pele consiga acompanhar a perda de peso.

– Nutrição adequada da pele: Deve ser realizada de 2 formas – a primeira delas trata-se de utilizar bons cremes hidratantes enriquecidos com ativos como silício e colágeno, a segunda forma trata-se da nutrição oral, ou seja, ingestão de boa quantidade de água, alimentos e suplementos que favoreçam o aumento da produção natural de colágeno (proteínas em geral, colágeno hidrolisado, silício orgânico, vitamina C, entre outros) é ideal consultar nutricionista ou médico nutrólogo.

– Melhorar a circulação sanguínea da região afetada – pode ser através de massagens, cremes com ativos que propiciam o aumento da microcirculação e também através de exercícios físicos focalizados.

–  Já entre os tratamentos estéticos existe uma vasta gama de tratamentos, mas nos quais temos melhores resultados hoje são:

  • Radiofrequência Tripolar: Tratamento considerado padrão ouro, apresenta ótimos resultados e parte do princípio de elevar a temperatura interna da pele, o que leva a formação de novas fibras de colágeno, provocando assim a retração da pele tratada.
  • Laser de CO2 Fracionado: O sistema atua como um “chuveiro de alta potência”, onde o laser de CO2 vai penetrar profundamente na pele, mas deixa áreas íntegras ao redor. O tempo de recuperação é muito curto, pois essa pele íntegra rapidamente recompõe a pele lesada, mas como ela também recebeu o aquecimento, há um estímulo à cicatrização e à remodelação do colágeno, com contração das fibras e diminuição da flacidez e das cicatrizes, como as cicatrizes de acne e também das estrias.
  • Microagulhamento (Indução Percutânea de Colágeno), através de aparelhos com micro agulhas, são feitos milhares de micro furos, provocando assim, uma lesão intencional na pele. Como há pele intacta ao redor do furinho, ela reage para cicatrizara pele agredida. Ao fazer isso, grande quantidade de colágeno é formado em toda a área. A pele regeneradas agora está mais firme e uniforme. Esse é o mesmo princípio do “Laser de CO2 fracionado”, que é um excelente equipamento, porém de custo mais elevado. A expressão “fracionado” significa, explicitamente, que em torno de mínimas lesões ficam áreas intactas de pele, o que é determinante para uma rápida recuperação do paciente submetido a esse tipo de tratamento.

Existem muitos métodos de tratamentos estéticos, cirúrgicos e de nutrição para a prevenção e tratamento da flacidez, consulte um profissional habilitado e saiba o que é mais indicado para o seu caso.

Ana Leticia Pegorini Nunes
Fisioterapeuta – Crefito 8/110574
Pós Graduada em Dermato Funcional
Membro da Sociedade Brasileira de Laser

Deixe uma resposta