Home Curiosidades LPF – Low Pressure Fitness

LPF – Low Pressure Fitness

Compartilhe

Low Pressure Fitness

Conheça a modalidade que promete diminuir medidas e chega a Maringá para homens e mulheres ganharem ainda mais qualidade de vida: a Low Pressure Fitness. Modalidade que vem sendo ministrada pela personal trainer Kellyn Prado na Academia Via Sport Gold e tem conquistado adeptos antenados no cuidado com a estética e também a saúde!

 

 

 O que é o Low Pressure Fitness?

O LPF é um método supernovo, criado na Espanha em 2014, pelo Doutor em morfologia médica, Pit Pinsach. É uma combinação de técnicas posturais (como o RPG, Isostretching, Pilates) com a ginástica abdominal hipopressiva.

A técnica constitui-se da manobra de abertura das costelas em apneia expiratória, o que causa um vacum intra-abdominal, ocasionando uma elevação do diafragma, uma sucção abdominal de forma involuntária.

O diafragma é um músculo interno que separa a cavidade torácica da abdominal. É diretamente relacionado com o sistema respiratório e nossa cadeia postural sendo, portanto, um músculo importante do corpo humano, o qual acabamos por negligenciar, já que não é visível. O diafragma se insere desde a coluna torácica (T12) até a lombar (L6), nas costelas (da 6° à 12° costela) e no osso esterno. Assim como todo músculo, ele pode se encurtar e ficar hipertônico quando estamos tensos e estressados, consequentemente, diminuindo seu alongamento e amplitude.

Um diafragma hipertônico resulta em problemas posturais uma vez que, na medida em que sua amplitude diminui, toda a cadeia de ossos em que ele está inserido é trazida junto, diminuindo assim o alongamento e flexibilidade de toda região torácica e comprimindo as vértebras lombares, determinando um desequilíbrio osteomuscular, que alterações posturais. Além disso, um diafragma hipertônico e encurtado acarreta em uma hipertensão intra-abdominal, o que causa a compressão de todos os órgãos da região intra-abdominal para frente e para baixo, ocasionando aquela “barriguinha” protusa (para frente).

Com o impacto e a hipertensão intra-abdominal ocasionados pela maioria dos esportes e atividades físicas, toda nossa musculatura do assoalho pélvico e visceral vai se enfraquecendo. Assim, os exercícios de força promovem uma parede abdominal rígida, no entanto, um assoalho pélvico e musculatura lisa enfraquecida.

LPF é realizado através de uma respiração contínua e específica, combinado com posturas isométricas: Você inspira fundo o ar, logo em seguida, expira todo o ar, e por último, durante a APNEIA EXPIRATÓRIA, você abre suas costelas e com isso, involuntariamente, sua faixa abdominal se projeta para trás e seu diafragma se eleva (em consequência da promoção de um vacum intra-abdominal). Quando não aguentar mais ficar sem ar, o indivíduo inspira o máximo de ar possível (abrindo ainda mais as costelas), e solta novamente, até esvaziar bem os pulmões.

A quem se destina esta modalidade?

A ginástica abdominal hipopressiva foi criada nos anos 80, com finalidade de reabilitação abdominal no pós-parto. No entanto, com o passar dos anos e da prática, observou-se benefícios que iam além da população pós-parto, mas também, para a população em geral.

Existe algum pré-requisito para que o interessado comece a praticar o LPF?

Todas as pessoas podem fazer o LPF, com apenas restrição para gestantes!

Qual o tempo médio da aula e a frequência durante a semana?

A aula tem duração de 30 minutos, composta por uma sequência de posturas em pé, ajoelhada, sentada e deitada. É dividida em três níveis e o grau de dificuldade das posturas vai se intensificando conforme as etapas.

São 30 minutos uma vez por semana com acompanhamento profissional e mais 5 minutinhos diários.

Quais os principais benefícios da prática do LPF?

– Alongamento e mobilidade de toda a caixa torácica: O que melhora o aumento da capacidade cardiorrespiratória.

– Resistência e tônus de toda musculatura intercostal: O que melhora a postura e dores na coluna e nas articulações.

– Resistência e tônus de toda musculatura interna abdominal: O que diminui circunferência e proporciona definição dessa região.

– Tônus do assoalho pélvico e de toda musculatura lisa intra-abdominal: O que melhora o desempenho sexual. E previne diversos problemas mais sérios como incontinência urinária, cistocele (prolapso da bexiga), incontinência urinária e fecal, prolapso genital e as hérnias.

O que o praticante pode esperar de resultado estético e fisiológico?
• LPF NÃO EMAGRECE! Reduz medidas.
• Melhora a postura;
• Controla os problemas de incontinência urinária;
• Melhora o funcionamento do intestino;
• Acelera a recuperação pós parto;
• Melhora capacidade respiratória;
• Melhora o desempenho sexual;

O melhor de tudo isso é que você não precisa esperar muito tempo para sentir essas mudanças, com poucas semanas de prática você já consegue ver e sentir a diferença!

Kellyn Prado
Personal Trainer
Cref 8442/G-PR
Licenciado LPF

Deixe uma resposta